Se não conseguir visualizar clique aqui

newsletter.20.março.2015

A primavera está à espreita

É uma das quatro estações e foi musicada pelo compositor italiano Vivaldi, que captou com os violinos os sons vivos do despertar da natureza, desde o alegre trinado dos pássaros à brisa que agita levemente a folhagem das árvores. Falamos da primavera, altura do ano em que os dias começam aos poucos a ser mais longos, convidando a passeios compridos pelo campo ou pelo litoral, de pés descalços em contacto com a espuma das ondas do mar. É também nesta estação - a primeira do ano trópico - que podemos ir arregaçando as mangas porque o sol brilha com mais intensidade e mantém as temperaturas acima dos 20 graus. Que apetitoso irmos para o ar livre cercados pelos cheiros das plantas floridas e pelas cores que pintalgam a terra (no interior algarvio, por exemplo, o nosso nariz é assaltado pelo aroma intenso do rosmaninho e pelos tons lilases das suas flores). Porque queremos que aproveite cada um destes minutos da primavera, que está quase, quase a principiar, criámos a Algarve Nature Week com perto de 100 atividades (nunca é demais dizê-lo) em ambientes naturais da região. Em baixo deixamos mais algumas sugestões. Espreite-as. Reserve-as. Vá para fora, aqui dentro, e encontre em si o lado mais puro do Algarve.
Caminhar é preciso
Não precisa de viajar para longe para se sentir o deus da natureza Pã, que segundo o imaginário dos antigos habitava as florestas e montanhas protegendo os rebanhos. É que aqui no Algarve, bem pertinho de si, há paisagens bravias para atravessar de pés assentes na terra e mochila às costas. Veja-se o exemplo da Ria Formosa, onde entre passos encontrará bandos de flamingos e pernilongos, ou da Costa Vicentina, a faixa costeira ocidental da região com alcantilados que chegam a atingir os 156 metros de altitude. Encha os pulmões de ar, espreite todas as propostas de caminhadas da Algarve Nature Week e ponha-se em marcha por trilhos de animais selvagens, entre florestas de sobreiral, árvores com mais de 400 anos, arribas xistosas ou pequenas aldeias do nordeste algarvio produtoras de mel e de medronho. Estes passeios são organizados por sete empresas - Algarve Selvagem, Lands, Monchique Passeios na Serra, Estrela da Ria Formosa, Proactivetur, Walkin Sagres, Portugal4U - que lhe prometem, caro caminhante, duas coisas se cumprir a listinha de deveres da imagem ao lado: momentos felizes ao ar livre e pernas muito mais fortalecidas ao final do dia.
Um ritmo único na Pedralva
«Aqui há muito tempo» anunciam os proprietários da Aldeia da Pedralva, um slow village hotel algarvio que poderá conhecer durante a Algarve Nature Week. Imediatamente relaxamos, pois que, de facto, o ambiente envolvente convida a descansar, passear entre searas e sobreiros ou junto ao mar, fazer surf, andar de bicicleta contemplando a natureza. Situada a escassos quilómetros de Vila do Bispo, em plena Costa Vicentina, a Aldeia da Pedralva é um pequeno aglomerado de casas de campo reconstruídas, 27 no total, caiadas de branco com chaminés conservadas e com as madeiras de portas e janelas restauradas e pinceladas a vermelho, azul e verde. Cuidados de preservação da traça arquitetónica que se notam também na escala das próprias habitações, baixas, no uso das telhas, na conservação da calçada. É uma unidade de turismo de aldeia que conserva os seus larguinhos, as suas ruas estreitas onde as crianças podem brincar longe de perigos e os adultos usufruir da esplanada, bem como da sombra dos alpendres. A tradição preservada oferece também o requinte dos mais modernos equipamentos e serviços nas acomodações, valendo por isso a pena passar umas noites descansadas por lá.
As estrelas da companhia são os golfinhos
Agora sugerimos que suba a bordo de um semirrígido que zarpará da Marina de Albufeira rumo à praia do Carvoeiro, em Lagoa, atravessando as águas azuladas do Atlântico. Estará a perguntar-se para quê, certamente, e nós respondemos que será para espreitar misteriosas grutas e para admirar grandes arribas esculpidas pela chuva e pelo mar. Estas razões seriam suficientes para agendar já o passeio especial promovido pela empresa Dream Wave durante a Algarve Nature Week, mas ainda conseguimos adicionar uma motivação extra. Não acredita? É que além das formações rochosas imponentes da nossa costa, o barco irá levá-lo até fascinantes mamíferos aquáticos, mais conhecidos pelo aparente sorriso que fazem quando nos olham: os golfinhos. Pois são eles as estrelas deste percurso (não desfazendo as grutas) e normalmente é possível avistá-los em pequenos grupos, nadando e mergulhando perto de nós. É mais provável que encontre o golfinho-comum e o golfinho-roaz, se bem que haja registo de outros cetáceos ao largo da costa algarvia. Como não sabe os que vai ver, estas saídas serão uma surpresa pegada do princípio ao fim e prestam-se a fotografias que mais tarde o ajudarão a contar a história do dia em que navegou em tão boa companhia.
Dormir num monte vinhateiro
Uma casa térrea no topo de uma pequena colina com os seus terrenos circundantes cobertos de vinha: é assim o Monte da Casteleja, a unidade de agroturismo que agora apresentamos. O seu nome adveio da descoberta, no local, da ruína de um castelo romano e foi emprestado aos vinhos que lá se produzem. Trata-se de uma quinta vinhateira em agricultura biológica e, por isso, aos hóspedes é oferecida a possibilidade de participarem na vindima «à moda antiga» ou de degustarem vinhos e produtos regionais. O Monte da Casteleja, situado a poucos minutos da cidade de Lagos e muito perto das suas praias, tem acomodações rústicas num total de três quartos duplos com casa de banho privativa: o quarto laranja, o verde e o vermelho. Há também a suite azul, ideal para famílias. Todos os aposentos têm uma decoração simples que conserva as paredes de pedra e os tetos típicos de cana, sendo que nenhum possui televisão para que esteja garantido o usufruto total da natureza. Razões não faltam para que desfrute de umas férias calmas e relaxantes durante a Algarve Nature Week!
Faça download da natureza algarvia
Para que planeie tintim por tintim a sua visita ao Algarve e para que inclua no seu roteiro todos os pontos de interesse de fauna e flora da região, temos uma solução: descarregue o «Guia de Turismo de Natureza» na íntegra, e de forma gratuita, através da hiperligação abaixo. Com mais de duzentas fotografias, 142 páginas, seis capítulos dedicados às sub-regiões naturais algarvias, glossário e lista de espécies, ficará bem apetrechado (a nível informativo) para as atividades que fizer durante a Algarve Nature Week.
Turismo de Portugal: um parceiro indispensável
Identificado no Plano Estratégico Nacional do Turismo como um dos produtos em que se deve continuar a apostar, o turismo de natureza deve ver a sua oferta estruturada «através da contemplação e fruição do meio rural e também dos segmentos mais ativos, como passeios, observação de aves ou do turismo equestre, melhorando as condições de visitação». Ora bem, a Algarve Nature Week não é mais do que o evento que vai ao encontro deste objetivo maior. Realizá-la foi possível por causa de parceiros como o Turismo de Portugal, cujo contributo consistiu no desenvolvimento de uma candidatura para captação de fundos de apoio à realização do evento. Graças ao financiamento obtido, ei-lo que aqui está!
Queremos ser seus amigos
É mesmo verdade. Gostávamos que gostasse de nós, mas só para que possamos falar consigo e dar-lhe atenção a si. Se ainda não é fã da página da Algarve Nature Week no Facebook, faça-o agora. Prometemos publicações diárias, novidades sobre o evento e as promoções, notícias dos parceiros e algumas surpresas para os nossos amigos mais fiéis. É simples: basta clicar em «Ver Mais» e fazer «like» na página. O resto é conversa (entre nós, claro).
Copyright © 2016 RTA

Esta mensagem esta de acordo com a legislacao Europeia sobre o envio de mensagens comerciais: Qualquer mensagem devera estar claramente identificada com os dados do emissor e devera proporcionar ao receptor a hipotese de ser removido da lista (Directiva 2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatorio A5-270/2001 do Parlamento Europeu). Se por algum acaso o seu endereco esta incluido nesta lista por erro ou se pretende remover o seu contacto clique aqui.

This email message is according with The Privacy and Electronic Communications (EC Directive) Regulations: Any Electronic mail messages should not be sent to individuals without their permission unless the receptor has obtained the sender details and given a simple way to opt out in every future communication. If you wish to remove your contact from our list, please click here.