Se não conseguir visualizar clique aqui

newsletter.25.agosto.2016

Trate a Natureza por «tu»

Todo aquele que percorre os campos em busca do cheiro doce das amendoeiras, do fresquinho das alfazemas ou da cor garrida das papoilas, todo aquele que passa de bicicleta de cabelos ao vento junto das salinas ou das ribeirinhas e todo aquele que descansa à beira-mar a inspirar o sol e o sal da maresia... é um amante da Natureza. Gosta dela, aprecia-a e estima-a. E, com o tempo que lhe dedica, conhece-a. Trata por «tu» palavras como AUTÓCTONE, sabendo que ela diz respeito ao organismo que é originário da área em que se encontra. Apraz-se com a alteração e modelação do relevo terrestre por ação do vento, da água, do gelo e sabe que a isso se chama EROSÃO. Também sabe que deve prevenir-se de chapéus, água e protetor solar sempre que sai para explorar a Natureza, sobretudo na estação do ano mais quente e seca, altura do ESTIO. De si próprio dirá que é EXÓTICO, tal como as espécies que vêm de fora, não sendo originárias da região. Um amante da Natureza sabe que o MIMETISMO não é uma capacidade apenas humana, mas também animal quando, por exemplo, este toma a cor do meio em que vive, como o camaleão que muito se avista no Algarve. Se lhe falarem de uma RIPÍCOLA, ele saberá esclarecer que se trata de um ser vivo próprio dos cursos de água e que, pelo contrário, RUPÍCOLA designa os seres vivos próprios de terrenos rochosos. Quanto a si, se já sabia de cor e salteado estas definições, o mais certo é que também seja um amante da Natureza. Se ainda não as conhecia, mas é suficientemente curioso para entrar na terminologia do mundo natural, ainda vai a tempo. Disponibilizamos-lhe um breve glossário nesta newsletter para isso mesmo.
Água vem, água vai, passeio fica
Sabemos que a água cobre cerca de 70 por cento da superfície terrestre e é precisamente nela que a próxima atividade acontece. Na água azul-esverdeada da ria com o nome mais formoso do mundo ou na água do nosso Atlântico há passeios para grupos que queiram cheirar o sal da maresia e provocar uma leve agitação nas ondas, a boa marejada, a bordo de uma embarcação. E essa embarcação pode ser um semirrígido, um veleiro, um caiaque ou até um barco com fundo em vidro para ir cocando o mar que se apresenta debaixo do seu nariz. A escolha é sua. E tanto pode ir comodamente sentado durante o percurso para apreciar os regatos, pradarias marinhas, sapais, viveiros ou comunidades piscatórias com que se irá cruzando na Ria Formosa, como pode pegar na cana para pescar pargo e atum em alto mar. Ou ainda ver como se apanham e preparam as ostras que exportamos, degustando uma ou outra no final da viagem. Insistimos: a escolha é mesmo sua. São vários os passeios de barco da Algarve Nature Week, promovidos pelas empresas Animaris, Lands, Estrela da Ria Formosa, Natura Algarve, Formosamar, Open Waters, Luís Filipe Brás de Almeida, Algarve Wow, Algarexperience, Passeios Ria Formosa e Cape Cruiser. Reserve o seu preferido (não diga a ninguém, mas um deles até o fará desembarcar numa praia inacessível por terra onde saboreará um bom pitéu), de 11 a 19 de abril.
Amor, natureza e uma cabana
Haverá lugar melhor para passar as suas férias do que num apartamento à beira da Ria Formosa? É possível fazê-lo em Cabanas de Tavira a poucos quilómetros da sede de concelho, no Cabanas Park, um resort com vários apartamentos. Todos estão equipados com sala, cozinha, um ou dois quartos com casa de banho, alguns usufruem de amplas varandas com vistas para a ria e outros para a piscina. O empreendimento de quatro estrelas possui jardins, piscinas, health club com ginásio, banho turco e jacuzzi. Os hóspedes podem também deliciar-se com iguarias do mar e da serra no restaurante Pateo da Ria. Além do alojamento, o Cabanas Park disponibiliza pacotes especiais de entretenimento nos meses de abril, maio e outubro: «Observando a natureza», «Especial Ria Formosa» e «Bike break». E para todos quantos desejem explorar a envolvente há também a possibilidade de praticar canoagem, vela, passeios de barco ou simples idas à praia, cujo transporte, de barco, é gratuito para os hóspedes do resort. O Cabanas Park é um lugar tranquilo, ideal para quem deseje descansar bem pertinho da natureza no seu estado mais puro.
A trote pelo Algarve
Quer passear no Amendoim? Ou montar a Cereja? Afagar o Açúcar? Por mais estranhas que as perguntas possam parecer, têm um sentido. É que todas elas se referem aos nomes dos cavalos e burros que esperam a sua companhia para uma agradável volta em picadeiro ou em terreno mais selvagem, como o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Uns são mais altos e portentosos, outros mais lanudos e orelhudos. Em qualquer dos casos, todos prometem momentos de contacto dóceis, senão a designação destes quadrúpedes não seria Beija-flor nem Andorinha. O clube Equinostrum é o responsável pela experiência equestre, na qual poderá tratar do cavalo e montar em volteio. De cavalo para burro (passando a expressão), a Burro Ville e a Burros & Artes são as outras parceiras da Algarve Nature Week para esta atividade. Uma tem burros mirandeses para escovar, fotografar e montar. A outra tem burrinhos de carga para uma caminhada até à praia da Amoreira, em Aljezur. Conhecer a natureza algarvia com companheiros tão especiais como estes só pode ter um final: feliz.
Pense verde, dormindo num eco-hotel
Um verdadeiro eco-hotel situado em pleno Parque Natural da Ria Formosa, o Vila Galé Albacora tem merecido prémios graças às suas práticas ambientais sustentáveis e as atividades ligadas ao turismo de natureza são um dos seus principais pontos fortes. Prova disso mesmo são os pacotes que preparou especialmente para os seus hóspedes durante a Algarve Nature Week. Descobrir por que razão a Ria Formosa foi eleita uma das 7 maravilhas naturais de Portugal através de um passeio de eco-turismo navegando a bordo de um saveiro, eis uma das experiências propostas. Outra, não menos interessante, é um piscar de olho para que os hóspedes percorram de bicicleta a vila de Cabanas e visitem as salinas de Tavira explorando parte da ecovia litoral. Gastas as energias, é certo que poderá recuperar no maior conforto: o hotel conta com SPA, piscina interior, sauna, banho turco e salas de massagens. E não só! As vistas são lindíssimas. Debruçado sobre a ria, o empreendimento distingue-se à distância na paisagem por ter recuperado as casas de pescadores do antigo arraial de pesca de atum, o arraial Ferreira Neto. Daí que dedique à arte da pesca um museu em pleno hotel. A partir de um cais, e de meio de transporte próprio, é possível embarcar e em poucos minutos estar nas belas praias da ilha de Tavira.
O abecedário do evento
Já reparou que a Algarve Nature Week está quase a começar? Faltam cerca de 15 dias para que este grande evento dedicado ao mundo natural algarvio tome conta do seu tempo livre. Por esta altura já sabe o que poderá fazer entre 11 e 19 de abril, onde e a que preços. Mas desconfiamos que ainda não conhece todos os ínfimos pormenores desta iniciativa. Eis então que surge um alfabeto para os explicar, letra a letra, de A a Z. Carregue na seta abaixo para aceder ao abecedário. Lê-se bem e depressa, garantimos.
Um território muito protegido
A natureza do nosso Algarve é muito, muito protegida. Sim, cerca de 40 por cento do nosso território é protegido por diretivas comunitárias, nacionais e locais. Várias são as áreas naturais alvo deste estatuto. O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, o Parque Natural da Ria Formosa, a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, as paisagens protegidas locais Rocha da Pena e Fonte da Benémola fazem parte integrante da Rede Nacional de Áreas Protegidas, segundo o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. Espreite o mapa e saiba que durante a Algarve Nature Week vai ser possível visitá-los.
Faça download das aves
Descarregue o «Guia de Observação de Aves do Algarve» e conheça os percursos ideais para captar na retina, ou na máquina fotográfica, as espécies que residem no Algarve, para cá migram ou aqui nidificam. Encontrará toda a informação das épocas do ano aconselhadas para as visitas e detalhes de cada uma das aves que pode observar desde o Baixo Guadiana até à Península de Sagres. Trata-se também de um amigo portátil que o lembrará como é importante proteger, respeitar e conservar o Algarve como santuário da vida animal. Durante a Algarve Nature Week e não só!
Copyright © 2016 RTA

Esta mensagem esta de acordo com a legislacao Europeia sobre o envio de mensagens comerciais: Qualquer mensagem devera estar claramente identificada com os dados do emissor e devera proporcionar ao receptor a hipotese de ser removido da lista (Directiva 2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatorio A5-270/2001 do Parlamento Europeu). Se por algum acaso o seu endereco esta incluido nesta lista por erro ou se pretende remover o seu contacto clique aqui.

This email message is according with The Privacy and Electronic Communications (EC Directive) Regulations: Any Electronic mail messages should not be sent to individuals without their permission unless the receptor has obtained the sender details and given a simple way to opt out in every future communication. If you wish to remove your contact from our list, please click here.